5% off na primeira compra. Aproveite!

Aplicativo que mapeia a falta de água em São Paulo

Aplicativo que mapeia a falta de água em São Paulo

Aplicativo que mapeia a falta de água em São Paulo

A população brasileira vive uma das maiores crises hídricas de sua história e, principalmente na região Sudeste do país, a falta de água afetou milhares de pessoas desde o início do ano. Muitas iniciativas para apoiar o uso consciente da água surgiram em meio à crise e, no início de setembro, mais uma inovação foi lançada na cidade de São Paulo a fim de ajudar a população: um aplicativo que indica onde está faltando água, em tempo real.

Todos juntos

A Aliança Pela Água, coalizão que reúne cerca de 60 entidades entre ONGs, especialistas e movimentos sociais apresentou o “Tá Faltando Água”: aplicativo que mapeia as regiões em que está faltando água na região metropolitana de São Paulo, com o intuito de conscientizar a população e reforçar o pedido de economia, para que os reservatórios não sofram ainda mais baixas. Expor a situação de maneira clara é dar visibilidade ao problema, de maneira transparente, lembrando a real situação do abastecimento hídrico de São Paulo, já que a população voltou a consumir mais água em função do aumento das temperaturas e do final do período esperado de estiagem.

O app “Tá Faltando Água”, que tem versões tanto para internet quanto para smartphones (Android e iOS), permite que as pessoas digitem o CEP do imóvel envolvido ou que utilizem o sistema de geolocalização de seus celulares para registrarem o local em que está faltando água no exato momento em que isso ocorre. É importante que a população conheça cada vez mais sobre a gestão da água, para que possa buscar soluções junto às instituições públicas. O intuito dos criadores é que, depois de algum tempo, os resultados dos registros feitos pelo aplicativo sejam compilados e organizados, para serem enviados aos responsáveis pela gestão da água no estado, cidade e municípios de São Paulo.

A Aliança pela Água desenvolveu toda uma campanha, que leva o mesmo nome do aplicativo, e que vai promover encontros e aulas públicas a respeito do assunto, em diferentes regiões da cidade, a fim de educar e conscientizar a população. A iniciativa ganhou muita atenção da mídia e com apenas 5 dias de seu lançamento, o app recebeu mais de 3 mil acessos.