5% off na primeira compra. Aproveite!

Terapia japonesa da água e seus benefícios.

terapia japonesa da água

Você já ouviu falar na terapia japonesa da água? À princípio, pode parecer algo muito complexo e tecnológico, mas, na verdade, é bastante simples.

Assim como outras tradições milenares da cultura oriental, essa terapia traz inúmeros benefícios. Perda de peso, diminuição da pressão arterial, problemas gástricos, melhora da diabetes, constipação, entre outros.

A terapia japonesa da água é considerada um método caseiro de tratamento, sem efeitos colaterais, para uma vida mais saudável. Pessoas de todas as idades podem adotar esta prática e desfrutar de todos os benefícios.

Afinal, como funciona essa terapia? Fique ligado para aprender!

O que é a terapia japonesa da água?

Ela tem origem na China, e surgiu durante a Dinastia Ming (séc XVII). Nesta era, foram escritas muitas teorias medicinais, já que quase todos os governantes eram da área da saúde. Entre essas teorias, está a terapia da água, que foi adotada posteriormente pelos japoneses.

A terapia japonesa da água é ensinada às crianças pequenas, da mesma forma que era praticada na China. Os chineses e os japoneses consideravam a água um símbolo do movimento originário da vida. Entendida como elemento essencial à vida, a água também era tida como um elixir. Logo, era associada à cura de diversos males.

Além do Oriente, nos templos do deus grego da medicina Asclépio, banhos e massagens faziam parte do tratamento de doentes. Hipócrates também receitava a ingestão de água para curar febre alta, bem como diferentes banhos para a cura de várias doenças. 

Definitivamente, a filosofia oriental reconhece o incomparável valor da boa hidratação. Por outro lado, também observa que há alguns momentos ao longo do dia em que é melhor evitar beber água.

Enquanto estamos comendo ou logo após as refeições, ingerir água pode retardar a digestão, por diluir o suco gástrico. A hidratação abundante durante o dia é a base da terapia japonesa da água. Ela deve ocorrer de forma fracionada, preferencialmente nos momentos mais favoráveis ao organismo.

Atualmente, a sociedade médica japonesa ainda considera a água responsável pela cura de diversas doenças. Segundo a Japanese Medical Society, a cura pela água garante uma vida saudável e prolongada.

Como fazer

terapia japonesa da água

Se você é daquelas pessoas que acorda com fome, a terapia japonesa da água vai  fazer seu estômago esperar. No Japão, é muito comum beber bastante água em jejum. O ideal é ingerir cerca de 4 a 5 copos de água todas as manhãs, antes de escovar os dentes. 

Para tomar o café da manhã, é preciso esperar 45 minutos. Nesse ínterim, é o momento de se hidratar e, logo depois, fazer a higiene bucal. Só depois deste processo é hora de finalmente fazer a primeira refeição do dia.

Desde já, é importante saber que mesmo conseguindo beber pouca água no início, isso já pode trazer bons resultados. Aconselha-se ir aumentando o volume aos poucos (se não conseguir da primeira vez). Pessoas com qualquer tipo de limitação, podem começar com 1 copo e ir aumentando gradualmente.

Para adotar a terapia japonesa da água no seu dia a dia, é preciso seguir alguns pontos básicos:

  1. Pela manhã e antes de escovar os dentes, beber 4 copos de água com 160ml.
  2. Lavar e limpar a boca, mas não comer ou beber nada durante 45 minutos.
  3. Comer por apenas 15 minutos em cada refeição (almoço, lanche e jantar). Para comer ou beber novamente, é preciso esperar ao menos 2 horas.

Da mesma forma, para garantir a limpeza interna do organismo, é preciso evitar certos tipos de líquidos. Bebidas gasosas, que contenham corantes, bem como álcool ou açúcar devem ser abolidas.

Benefícios e riscos da terapia japonesa da água

Os japoneses acreditam que essa é uma cura caseira capaz de agir contra diversas doenças. A terapia pode aliviar dores musculares, auxiliar na eliminação de acne e na prevenção contra a obesidade. Do mesmo modo, pode interferir em problemas renais, vômitos, diarreia e até na regularização dos ciclos menstruais.

Segundo os praticantes da terapia japonesa da água, ela deve ser feita por diferentes períodos para tratar diferentes condições. Por exemplo:

Para constipação: 10 dias

Pressão alta: 30 dias

Diabetes tipo 2: 30 dias

Câncer: 180 dias

Para as duas primeiras condições, a água pode ajudar e muito. Por outro lado, não há evidência científica que comprove a eficácia da terapia japonesa da água contra diabetes ou câncer.

Não há contraindicações para este tratamento, que tem como principal risco (ainda que muito baixo), a hiponatremia. A intoxicação por água ocorre quando uma quantidade excessiva de água é ingerida num curto período de tempo. Os sais presentes no sangue são diluídos em fluido excessivo. Logo, podem chegar a níveis muito baixos. Essa é uma condição séria, porém muito rara em pessoas com boa saúde renal

Para praticar a terapia japonesa da água de forma segura, lembre-se dos pontos mais importantes. Beba sempre água purificada e não ultrapasse o limite de 4 copos (1 litro) de água por hora.

E você, ficou curioso para descobrir os efeitos desse tratamento no seu corpo?