5% off na primeira compra. Aproveite!

Saúde e produtividade: como uma afeta a outra?

saúde e produtividade

A relação entre saúde e produtividade é muito fácil de se perceber, seja dentro ou fora do ambiente de trabalho. Quando temos alguma limitação na nossa saúde, física ou mental, fica mais difícil fazer qualquer tarefa. 

Por isso, as empresas têm investido cada vez mais na saúde ocupacional de seus colaboradores. Por outro lado,, é preciso pensar também no papel que exercem o espaço e o clima organizacional. Todos estes fatores são igualmente importantes quando avaliamos o desempenho de um profissional.

Apesar de a relação entre saúde e produtividade estar clara, muitos gestores  encontram dificuldades em colocar isso em prática. Como criar um ambiente realmente confortável e sadio para os colaboradores? Como criar ações simples e eficazes para promover o bem-estar? 

Ser sustentável e oferecer água de qualidade para todos da companhia já é um bom ponto de partida. Confira outras sugestões de ações simples e econômicas para implementar, gerando muitos resultados positivos.

Saúde e produtividade: uma relação íntima

Antes de mais nada, vamos quebrar alguns mitos sobre desempenho e motivação e relembrar que prevenir é melhor que remediar. 

As despesas com saúde no país têm aumentado de forma significativa ao longo dos últimos anos. Segundo o IBGE, só em 2015, os gastos com bens e serviços de saúde chegaram a R$ 546 bilhões. Isto é o equivalente a 9,1% do PIB brasileiro da época.

Olhando apenas para o aspecto financeiro, investir em prevenção custa muito menos que tratar problemas de saúde. Para o Estado, bem como para as empresas. A relação entre saúde e produtividade é condicional. Ou seja, sem saúde não existe produtividade. 

Colaboradores saudáveis, motivados e equilibrados produzem mais e com muito mais eficiência. Logo, o impacto positivo no resultado das empresas é notado significativamente. De acordo com o relatório Tendências Globais de Capital Humano,  61% das empresas afirmam que programas de bem-estar melhoram os resultados financeiros. 

Da mesma forma, o oposto é verdadeiro: a saúde debilitada gera afastamentos constantes e reduz a produtividade. Além disso, questões relacionadas ao clima organizacional e espaço físico podem afetar toda a coletividade. 

A pessoa que trabalha demais (workaholic) não deve ser vista como exemplo de motivação ou produtividade. Afinal, o profissional viciado em trabalho vive em desequilíbrio. Não tem tempo para relações sociais, não dorme direito, não se alimenta adequadamente nem pratica atividades físicas. 

Assim, surgem logo os sinais claros de estresse e exaustão, que afetam sua vida como um todo. Entre saúde e produtividade existe também um grau de importância: a saúde deve ser sempre a prioridade.

4 passos para melhorar saúde e produtividade na sua empresa

saúde e produtividade

Incentive um ambiente de respeito e forneça feedback

Primeiramente, é importante que o respeito seja mútuo e que seja um valor-chave na empresa. Um ambiente respeitoso é mais estimulante e também ajuda a baixar os níveis de estresse entre os colaboradores. 

O feedback é uma cultura que deve fazer parte de toda a empresa, sendo encarado como uma oportunidade de desenvolvimento. Assim, você passa a contar com profissionais mais seguros de seu rendimento e mais produtivos.

Promova atividades colaborativas

Quando pensamos em aumentar saúde e produtividade, estimular a colaboração em vez da competição faz todo sentido. As empresas consideradas os melhores lugares para se trabalhar têm um propósito que compartilhado por todos os colaboradores. 

Para isso, é importante realizar atividades que fortaleçam os laços entre as pessoas e equipes. Faça com que todos colaborem igualmente para o desenvolvimento de algum projeto, buscando alcançar um objetivo comum.

Realize melhorias no espaço

Por mais motivadas que as pessoas estejam, ninguém consegue trabalhar com dor ou calor, por exemplo. Logo, leve as queixas de seus colaboradores em consideração e veja o que pode ser melhorado em seu espaço de trabalho. Planeje as mudanças possíveis e vá realizando melhorias pouco a pouco.

Ajude a cuidar da saúde física e mental

São muitos os motivos para incentivar os exercícios físicos, dentro e fora do ambiente de trabalho. O alongamento antes, durante, bem como depois da jornada de trabalho é uma alternativa simples e muito eficiente. Também é interessante recomendar o uso de Apps de treinos.

Para manter saúde e produtividade em dia, dar atenção à saúde mental é igualmente importante. Problemas pessoais ou aqueles gerados dentro do trabalho prejudicam a saúde mental e a produtividade. Precisamos desmistificar esse assunto e agir em prol da saúde mental.

Cuidado é investimento

Em conclusão, percebemos que para melhorar a produtividade no trabalho é preciso zelar pelo bem-estar. As despesas com a saúde física e mental dos profissionais são investimentos, que posteriormente trarão retornos.

A redução nas ausências, mais capacidade de reter talentos e a melhora na produtividade aparecem em todos os setores. 

Agora que você já sabe a importância da relação entre saúde e produtividade, compartilhe com mais pessoas essas informações!

 

Receba dicas exclusivas para a sua empresa 

** Não se preocupe! Não enviaremos spam.

[contact-form-7 id=”20053″ title=”Newsletter b2b”]