5% off na primeira compra. Aproveite!

Conheça 5 lugares em São Paulo que vão te fazer ficar mais perto da natureza.

Purificador de água Europa com filtro

Natureza em SP

Quem vive em São Paulo ou pelo menos já visitou a grande selva de pedra sabe que muitas vezes faz falta desacelerar o ritmo e estar mais em contato com o verde. Para quem não sabe, São Paulo conta com belos parques e reservas, e pode oferecer momentos incríveis na natureza para você. Selecionamos 5 lugares que são um oásis no meio da correria do dia a dia. Vamos conhecer?

1. Pico do Jaraguá

Localizado na Zona Oeste da capital, o Parque Estadual do Jaraguá, mais conhecido pelo seu Pico, oferece umas das melhores vistas panorâmicas de São Paulo. No final do século XIX, o Parque do Jaraguá funcionava como uma fazenda do ciclo de ouro. Fundado apenas em maio de 1961 como um Parque, ainda hoje é possível observar por lá alguns casarões que foram construídos na época da exploração do ouro. Para quem tem espírito aventureiro, o Parque ainda conta com várias trilhas. Caminhando por elas, é possível observar espécimes nativos de flora e fauna, como macaco-prego, tucano-do-bico-verde e até mesmo um bicho-preguiça. Você pode visitar o parque de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h e para chegar, pode usar o transporte público ou ir de carro. Para saber mais, clique aqui.

 

2. Paranapiacaba

 

A vila de Paranapiacaba, localizada na região do ABC, surgiu por conta da construção da primeira ferrovia do estado de São Paulo, em 1865. Ainda hoje é possível fazer um passeio de trem para lá, partindo da capital (Estação Luz). Chegando à cidade, seja de carro ou de trem, é possível avistar a vila com casas tipicamente inglesas, construídas para abrigar os funcionários da companhia de trens São Paulo Railway. O clima londrino fica completo quando a região, que fica no alto da Serra do Mar, é tomada por uma neblina, que costumeiramente aparece por lá. Entre as principais atrações de Paranapiacaba estão o Clube União Lira Serrano, que oferece bailes e espetáculos musicais; o antigo Mercado, um empório que foi transformado em centro cultural; e o Museu Castelinho, principal projeto arquitetônico da vila que, além de abrigar mobiliário, quadros, relógios e fotos, oferece vista privilegiada. Além disso, você ainda pode passear pelas belas trilhas e tomar um banho em uma das cachoeiras da vila. Para saber mais, clique aqui.

 

3. Parque Estadual da Cantareira

Esse parque está dividido em 4 núcleos e é apenas uma parta da enorme área da Serra da Cantareira. Considerado uma das maiores florestas urbanas do mundo, o Parque Estadual da Cantareira oferece uma vista única da cidade para quem se dispões a fazer uma trilha de três horas no núcleo Pedra Grande. Esse núcleo ainda conta com outras trilhas menores e um museu. Já o lindo Núcleo Engordador também conta com diversas trilhas, animais nativos, represas e cachoeiras, além da Casa da Bomba, uma construção que mostra como era realizada a distribuição de água no começo do século passado. Os outros núcleos que completam o Parque são chamados de Águas Claras e Cabuçu. Ah, ainda tem uma área de piquenique para você fazer uma pausa, comer e repor as energias. Para mais informações clique aqui.

 

4. Horto Florestal

Localizado na zona norte, o Horto Florestal foi criado há 120 anos, por um naturalista e botânico sueco.  O Parque conta com inúmeras espécies exóticas e nativas, como pau-brasil, jatobá e outras. Algumas das árvores são centenárias e apresentam belas e profundas raízes, que mais parecem esculturas. Passeando por lá, é comum observar bandos de tucanos, maritacas, jacus, capivaras, esquilos, bugios, macacos-prego, garças, socó, mergulhões. Não faltam lagos e bicas d’água potável que brotam do solo, além de belas alamedas, que proporcionam ao visitante um espaço para práticas esportivas e piqueniques. O Horto Florestal é um ótimo lugar para ir com a família, pois conta com a estrutura de Parque Infantil, Campo de Futebol e Fraldário. Para saber mais sobre horários de funcionamento e localização, clique aqui.

 

5. Jardim Botânico

As duas estufas são a marca do Jardim Botânico de São Paulo: uma delas abriga plantas típicas da mata atlântica, enquanto a outra é destinada a exposições temporárias. O espaço conta ainda com uma biblioteca, com um acervo único sobre botânica, além de um Museu, com diversas amostras de plantas da flora brasileira. É possível passar o dia todo no Jardim, já que ele conta com restaurantes e também com área de piquenique. Para quem gosta de história, é possível conferir por lá também o portão construído em 1894, que pertenceu à repartição de Águas e Esgotos até 1928, além de poder ver o marco das nascentes do rio Ipiranga. Para mais informações, clique aqui.