5% off na primeira compra. Aproveite!

Água tem gosto de água ou é insípida?

Água tem gosto de água ou é insípida?

Desde que estávamos na escola, tentamos entender se a água tem gosto. Você deve ter aprendido que ela deve ser inodora, insípida e incolor. Ou seja, a água não deve ter cheiro, sabor ou cor.

Do ponto de vista químico, a água é uma base de neutralidade da natureza, nem ácida e nem alcalina.

Porém, esta afirmação que aprendemos na escola pode estar prestes a mudar. De acordo com pesquisas realizadas por cientistas, a água tem gosto, sim.

Claro que estamos falando da água para consumo humano, que deve atender a alguns padrões. Vamos entender o que os estudos concluíram sobre o sabor da água?

Afinal, a água tem gosto?

Para ter sabor, aquilo que ingerimos deve conter substâncias que estimulam nossas papilas gustativas, contidas na língua. Assim, podemos sentir sabores como doce, salgado, azedo ou amargo.

Em teoria, a água é uma substância neutra, que não contém nada que cause estímulo de sabor. Apesar disso, desde o séc. XX, especialistas conduzem estudos para entender se a água tem gosto.

Dessa forma, surgiram registros de que a água podia mudar de sabor de acordo com o que era ingerido antes. Ou seja, ela podia passar de doce para amarga se bebida depois de ingerir algo ácido ou salgado.

Posteriormente, houve a descoberta da interferência da saliva no paladar. Sim, a nossa saliva tem sabor, ainda que a gente não perceba. Além de ter importantes funções na saúde, a saliva também interfere na maneira como percebemos o gosto da água.

Apenas em 2017 os cientistas chegaram a um resultado mais conclusivo para responder se a água tem gosto. Segundo pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia, a água é azeda.

É fato que alguns insetos e roedores conseguem sentir o sabor da água. Então, o princípio da pesquisa era provar que os mamíferos também poderiam. Em um estudo feito com ratos, a água ativou as papilas gustativas responsáveis por assimilar o sabor azedo. Por enquanto, só se pode afirmar que a água tem gosto azedo para estes animais. Agora, o próximo passo é provar que os seres humanos também sentem o mesmo sabor. 

Além disso, os cientistas querem criar uma sexta categoria de sabor, só para a água. Atualmente, o paladar humano é capaz de identificar sabores doces, salgados, azedos, amargos e umami. 

Ou seja, a água tem gosto próprio. Apesar de provar que ela possui sabor azedo, a água não faz parte da mesma categoria que o limão, por exemplo.

Degustação de água

Definitivamente, você já provou água de torneira com forte sabor de cloro, por exemplo. Por isso, atualmente existe a profissão de degustador de água.

Eles são responsáveis por provar o sabor da água para medir sua qualidade. Estes profissionais passam por um treinamento do paladar e do olfato que leva mais de seis meses. Assim, para treinar os sentidos, eles comparam o sabor entre diferentes alimentos. 

Se a água tem gosto, qual gosto tem? Obter essa resposta é o trabalho de 35 degustadores contratados pela Sabesp.Treinados para identificar mínimas mudanças na água servida, os degustadores geralmente antecipam reclamações da população.

Toda semana, eles experimentam a água oferecida à população da Grande São Paulo para identificar possíveis correções. 

A verdade é que a água tratada traz elementos químicos e sais que dão a ela sabor, cheiro e cor. Logo, mudando a concentração de alguns destes elementos químicos, é possível ajustar o sabor.

Se a água tem gosto, também tem cor e odor?

Segundo outro estudo americano, a cor da água pura seria azul. Contudo, esta tonalidade é tão clara que fica imperceptível.

A visão humana só é capaz de ver o azul da água em certos locais, e em condições específicas. Piscinas de fundo branco, geleiras com buracos de neve e os mares oferecem grande quantidade de água, com um fundo claro.

É claro que algas, lama ou detritos alteram a cor da água em rios, lagos e mares. Porém, sem a presença desses agentes, a cor da água é de um azul translúcido.

As pesquisas indicam que a água tem gosto e cor, mas podemos seguir afirmando que ela não tem cheiro. Todas as outras coisas da natureza têm um cheiro específico. Afinal, o odor serve como um alerta para os animais. É por meio do olfato que eles identificam o que é comestível e o que não é.

No caso da água, quando ela apresenta algum tipo de odor significa que está contaminada. Certamente, existem agentes patogênicos não detectáveis pelo nosso olfato. Apesar disso, quando a água está contaminada, pode causar sérias doenças no nosso organismo.

Você já sentiu um perfume característico perto de um rio ou cachoeira? Já notou o cheiro que resta depois que a chuva passa? Este odor chama-se Petricor, e não vem da água, mas da terra, da grama e das pedras. 

Em conclusão, ainda existem pesquisas acontecendo para descobrir com mais exatidão as características da água. Enquanto isso, é melhor manter a hidratação de forma segura, bebendo muita água purificada!

Se ainda não tem o seu purificador, conheça a nossa linha de produtos e encontre o modelo ideal!