A importância da água na gestação

Temos certeza de que você sabe que beber água é fundamental para o bom funcionamento do organismo: ela ajuda a regular o intestino, melhora a qualidade da pele, acelera o metabolismo, entre outros infindáveis benefícios. Mas você sabe quais são, além desses, os benefícios da ingestão correta de água durante a gravidez? Quando se está grávida, as necessidades de água são ainda mais importantes para a mulher, que agora conta com um organismo em desenvolvimento em seu útero. Saiba quais são os benefícios da hidratação correta durante a gestação:

– Circulação placentária – Boas quantidades de água auxiliam no aumento do volume de sangue materno, um fator essencial para proporcionar a circulação placentária.

– Formação do líquido amniótico – Importantíssimo para o bom curso da gestação e para o desenvolvimento fetal, o líquido amniótico é formado principalmente pela urina do bebê. Mães que ingerem boas quantidades de água facilitam a perfusão placentária e a passagem de nutrientes e líquidos para o bebê, que tenderá a formar o líquido amniótico de forma adequada.

– Inchaço – Ao contrário do que muitos pensam, ingerir bastante água ajuda a combater o inchaço causado naturalmente pelos hormônios da gravidez. É importante lembrar que o que contribui para aumentar o inchaço, na verdade, é a ingestão exagerada de sal e o excesso ou a falta de exercícios físicos.

– Infecção urinária – A gravidez deixa as mulheres mais suscetíveis às infecções do trato urinário por conta do aumento da umidade local e porque a urina, mais rica em nutrientes durante a gravidez, torna-se mais propícia à cultura de bactérias. Além disso, o aumento do volume do útero causa a compressão dos ureteres (vias do aparelho urinário) e, com isso, a urina pode ficar acumulada no canal, facilitando o aparecimento de uma infecção. Para prevenir, indica-se a ingestão abundante de água.

Como falamos nesse post, as bebidas alcoólicas ajudam a desidratar o organismo. Por este motivo, e por haver o risco de causarem malformações fetais, elas devem ser evitadas durante toda a gravidez. Assim como bebidas alcoólicas, bebidas com cafeína, que é diurética e que também pode comprometer a absorção do cálcio, devem ser deixadas de lado quando se está grávida.

Se a mamãe não possui o hábito de beber água ou mesmo deseja variar para não ficar somente no líquido, ela pode investir em frutas, verduras e legumes ricos em água, como, por exemplo: melancia, couve-flor, alface, tomate, pepino, goiaba, melão etc. Além disso, os chás ajudam a complementar a ingestão do líquido. Apenas tome cuidado com os chás pretos, ricos em cafeína. Prefira chás de camomila, erva-doce e os digestivos.

Cada mulher (dependendo de idade, frequência com que pratica exercícios, hábitos alimentares etc.) possui uma necessidade particular de ingestão de água. O ideal é que essa ingestão seja aumentada durante a gravidez e que o acompanhamento médico seja sempre realizado para uma gravidez tranquila :)

 

Assine nossa news

X FECHAR

Sobre o que gostaria de saber?

Deixe sua sugestão com a gente, o seu tema pode ser escolhido para o próximo post.